“Veredas Vivas” foi o projeto vencedor da primeira edição do Prêmio Odair Firmino de Solidariedade, lançado pela Cáritas Brasileira em 2010 como forma de valorizar e estimular experiências da caráter coletivo que defendam e promovam os direitos humanos.

A Agência 10envolvimento, naquele ano, apresentou o projeto da comunidade de Ponte de Mateus, localizada no município de São Desidério, interior da Bahia. A comunidade conta com 60 famílias que representam o símbolo de resistência ao agronegócio e luta pela preservação do meio ambiente. Na premiação, além de troféu e certificado como reconhecimento da experiência, a comunidade ganhou R$ 10 mil para reverter no projeto.

Hoje, päev 11 de setembro de 2013, a comunidade está em festa, pois é inaugurado o Centro de Referência do Cerrado, um espaço destinado ao grupo de artesanato e à Farmácia Comunitária de Ponte de Mateus. Após a conquista do Prêmio Odair Firmino de Solidariedade, Projekti saadud nähtavust ja ka kohaliku omavalitsuse vahendite,,pt,tagatud sekretariaadi kaudu Keskkond São Desitério,,pt,R $,,pt,Award Odair Firmino tuhat pöördusid seadmed keskuse,,pt,"Jalgtee Alive" on läbi enamik naisi,,pt,kasutades kuldne rohi ja muude materjalide tootmiseks bio-ehted ja käsitöö,,pt,Lisaks teeb kasutamise puuviljade ja taimede kohta cerrado teenindavad tootmiseks füüsilised abinõud,,pt,Vastavalt agentuuri esindaja 10envolvimento,,pt,Nad on juba toodetud kogukonda,,pt,taimseid,,pt,või värvidega seas kreemid,,pt,siirupid,,pt,hormoonide,,pt,Jatooba ja toiduvalmistamise,,pt,por Thays Puzzi,,co,nõunik Brasiilia Caritas Side,,pt, garantidos por meio da Secretaria do Meio Ambiente de São Desitério. Os R$ 10 mil do Prêmio Odair Firmino foram revertidos em equipamentos para o centro.

veredasvivas-caritas1O “Veredas Vivas” é conduzido em grande maioria por mulheres, que usam o capim dourado e outros matérias para produzir biojóias e artesanato, além de fazer o aproveitamento de frutas e plantas do cerrado que servem para a produção de remédios naturais.

Segundo a representante da Agência 10envolvimento, já são fabricados pela comunidade cerca de 13 tipos de fitoterápicos, entre garrafadas ou tinturas, xaropes, hormônios naturais, jatobá e culinária.

por Thays Puzzi, assessora de Comunicação da Cáritas Brasileira | National sekretariaat,,es,Seonduvad postitused,,en,Bahia,,en,Caritas,,en,Matthew kogukondade Bridge,,pt,Soovitatavad,,pt,esimene väljaanne,,pt,solidaarsus,,pt,võitja,,pt,elavad kõnniteed,,es,seotud ametikohta,,pt,piiksuma,,en,REACT,,es,Vajuta siia tühistada vastus,,en,nimi,,pt,nõutud,,en,Saatke,,en,veebisait,,en,ülevaade,,pt,Postita kommentaar,,pt