Com o objetivo de estimular ações de disseminação e divulgação da cultura da solidariedade, além de valorizar experiências de caráter coletivo que defendam e promovam os direitos humanos, Caritas Brasileira nediet,,pt,Approvat unanimament matul is-17-il Assemblea Nazzjonali ta 'l-entità li saret fi,,pt,l-għotja tirkupra wkoll il-memorja u tonora karattru kbir li,,pt,għal madwar,,es,serva lill-ifqar u oppressi permezz tal-ħidma mwettqa minn Cáritas,,pt,Miet fil-ġurnata,,pt,l-ex direttur ta 'l-entità,,pt,fil-belt ta 'Ipameri,,pt,ġewwa ta 'Goiás,,pt,qabel bħala Franciscan u aktar tard bħala aġent Caritas kien bla waqfien quddiem sfruttament,,pt,Skond aġenti li għexu fil-jum ta 'kuljum tal-ħidma tagħhom ma' dan l-ammont personalità "il-mod ta 'ħajja tagħhom,,pt,dejjem ferrieħa u sħiħa ta 'tama għamluh persuna ġentili,,pt 2010 o Prêmio Odair Firmino de Solidariedade. Aprovado por unanimidade durante a 17ª Assembleia Nacional da entidade que foi realizada em 2009, o prêmio também resgata a memória e homenageia um grande personagem que, por cerca de 20 anos, serviu aos mais pobres e oprimidos através dos trabalhos realizados pela Cáritas.

Falecido no dia 5 de julho de 2008, o ex-diretor da entidade, Odair Firmino nasceu em 22 de junho de 1945 na cidade de Ipameri, interior de Goiás. Sua missão, antes como franciscano e mais tarde como agente Cáritas foi incansável diante da exploração, do abandono e da exclusão de pessoas e comunidades. Odair assumiu a causa dos oprimidos e amou-os até o fim, como seu próximo.

De acordo com agentes que conviveram no dia-a-dia de seus trabalhos com esta importe personalidade “seu modo de vida, sempre alegre e cheio de esperança fez dele uma pessoa mansa, qalb ħniena u pura. "Quddiem il-vjolenza li tolqot l-agħar mill-foqra,,pt,Odair Firmino ippromwova l-paċi vera,,pt,dejjem f'solidarjetà mal-persegwitati fit-tfittxija tal-ġustizzja,,pt,Meħlus fil-ġurnata,,pt,il-premju huwa parti mill-Ġimgħa ta 'Solidarjetà promossa kull sena minn Caritas Brasileira biex tiċċelebra d-data tal-ħolqien tagħha,,pt,Għad-don Demetrio Valentin,,pt,isqof ta 'Jales,,pt,li serva bħala President ta 'Cáritas Brasileira għall -,,pt,iċ-ċifra ta 'Odair timmodifika tajjeb il-kelma "solidarjetà" li hija l-bandiera ewlenija ta' Cáritas,,pt,"Is-solidarjetà hija dejjem marbuta ma 'kampanji li l-Caritas tippromwovi,,pt,Jiġri biss fil-qosor dawk li nżammu din is-sena,,pt,biex tgħin lill-vittmi ta 'l-għargħar fit-tramuntana ta' Maranhão,,pt,f'Rio de Janeiro,,pt, Odair Firmino promoveu a paz verdadeira, sempre solidário com os perseguidos em busca de justiça.

Lançado no dia 26 de agosto de 2010 em Brasília (DF), o prêmio faz parte da Semana de Solidariedade promovida todos os anos pela Cáritas Brasileira para comemorar sua data de criação, 12 de novembro de 1956.

Para dom Demétrio Valentin, bispo de Jales (SP) que atuou na presidência da Cáritas Brasileira por 16 anos, a figura de Odair personifica bem a palavra solidariedade que é a principal bandeira da Cáritas. “A solidariedade está sempre ligada a campanhas que a Cáritas promove. Bastaria brevemente recordar as realizadas este ano (2010) para socorrer vítimas da enchente no norte do Maranhão, no Rio de Janeiro, f'Alagoas u f'Pernambuco,,pt,ebda terremoto l-ebda Ħaiti u l-ebda Ċili,,ja,finalment,,pt,f'dawn il-mumenti kollha, il-Caritas intalab juri sew l-isforz spontanju tal-poplu,,pt,fejn tinħoloq is-solidarjetà,,pt,u tittraduċi dan l-impetu f'azzjonijiet konkreti,,pt,li għandhom f'Odair eżempju intens u charming ta 'sempliċità,,pt,ta 'solidarjetà mal-persuni li magħhom ħadem ",,pt,jafferma l-Isqof Demetrius,,pt,Fost xhieda mibgħuta lil Cáritas,,pt,u aqra waqt it-tnedija tal-premju fl-2010,,pt,aviva minn Odair Firmino,,pt,Dadiva,,jw,iddikjara li "permezz ta 'Caritas,,pt,Odair sab mod biex juri l-imħabba tiegħu għall-Knisja ta 'Kristu ",,pt,Minkejja ċerta kompetizzjoni fir-rigward taż-żmien li ħadet il-Caritas,,pt,gradwalment,,pt,sekondi Dadiva,,jw, no terremoto no Haiti e no Chile, enfim, em todos esses momentos a Cáritas esteve incumbida de canalizar bem o esforço espontâneo das pessoas, em que brota a solidariedade, e traduzir esse impulso em ações concretas, as quais têm em Odair um exemplo intenso e encantador de simplicidade, de solidariedade com as pessoas com quem ele trabalhava”, afirma Dom Demétrio.

Em depoimento encaminhado à Cáritas, e lido na ocasião do lançamento do prêmio em2010, aviúva de Odair Firmino, Dadiva, afirmou que “através da Cáritas, Odair encontrou uma forma de demonstrar seu amor pela Igreja de Cristo”. Apesar da certa concorrência em relação ao tempo que a Cáritas tomava, aos poucos, segundo Dadiva, Odair kien qed jgħallem lil martu li l-Caritas kien spazju privileġġjat li kellu jservi lill-ieħor,,pt,Tgħallimt,,pt,ma 'dan,,pt,li jħobbu x-xogħlijiet ta 'Caritas,,pt,Minkejja s-saudade kbira,,pt,Inħossni profond ħafna lit-tim kollu ta 'Caritas Brasileira,,pt,nazzjonali,,es,reġjonali,,en,CNBB - permezz ta 'Dom Demétrio - għar-rikonoxximent ta' Odair. "Dadiva żied ukoll,,pt,"Testimonju,,pt,b'serjetà kbira,,pt,il-valuri li Odair esperjenzaw kull jum fix-xogħol tiegħu f'Caritas u imħabba kbira li hu dejjem kellu għall-Knisja,,pt,Caritas kien fil-ħajja ta 'Odair l-opportunità li jkompli l-ħidma effettiva tiegħu ",,pt,garantit,,pt. “Aprendi, com isso, a amar os trabalhos da Cáritas. Apesar da grande saudade, tenho profunda de gratidão a toda equipe da Cáritas Brasileira, nacional, regional, CNBB – por intermédio de Dom Demétrio – pelo reconhecimento de Odair.” Dadiva ainda acrescentou: “Testemunho, com a grande seriedade, os valores que Odair vivenciou a cada dia em sua atuação na Cáritas e um grande amor que ele sempre teve pela Igreja. A Cáritas foi na vida de Odair uma oportunidade de dar continuidade a seu trabalho efetivo”, garantiu.